16 de maio de 2018

Fechar Umbigo para defesa!




Seu Umbigo em sua defesa  !!!

Aqui vai uma dica para você que 
sente muita energia negativa ao seu redor.

Seja no trabalho, com intrigas ou seja em casa, com discussões e brigas.
Para se livrar dessas energias ruins, inveja, ciúmes, mau-olhado, 
olho gordo, raiva, ódio, é muito simples!
Faça você mesma(o) o teste:

Quando você perceber que alguém estiver  te deixando pra baixo,
Quando  alguém estiver brigando com você

Te deixando triste, te jogando energias negativas… 

Feche o seu umbigo com uma das mãos,
Conforme mostra a figura acima 


 e perceba como as sensações ruins que essa pessoa estava lhe passando, cessaram!!!

O umbigo é a região onde está localizado o Plexo Solar,

o chakra mais importante, 
responsável por captar as energias das pessoas ao seu redor. 
Fechando o umbigo você não receberá mais essas energias ruins.

A dica é a seguinte:

Feche o seu umbigo com um esparadrapo 

e tire para tomar banho depois coloque de novo. 
Você vai se sentir muito mais forte e 
as energias negativas das pessoas não chegarão a você!

Queridos, eu tenho certeza que essa proteção áurica vai lhes ajudar muito

a quem afirme que  essa dica é arcaica,mas funciona sim!

15 de maio de 2018

BEM-ESTAR: a chave para a saúde


O objetivo maior deste trabalho não é falar de
 doenças, mas promover a saúde.
Há uma gigantesca diferença entre as duas coisas.

E essa diferença você começará a perceber e 
sentir ao longo do tempo, conforme acompanha as postagens.

Criamos aquilo em que colocamos o foco, os pensamentos e,principalmente, os sentimentos.
Vamos começar pelo básico. 
Construiremos aos poucos uma sólida estrutura de informações que 
levará você de volta ao seu estado natural de saúde .






















Mas, o que é saúde?

Numa antiga definição da Organização Mundial da Saúde (OMS), 
saúde é a ausência de enfermidade.

Isso significa que basta não estar doente para ser considerado saudável.

Talvez seja essa a ideia que você faz sobre a questão também, já que é um conceito firmemente arraigado na sociedade.

Não está errado, apenas incompleto.

Nas últimas décadas do século XX, as coisas começaram a 
mudar. Ainda que lentamente, a percepção sobre o tema saúde vem se ampliando.

A definição da OMS foi revista e saúde passou a 
ser considerada “o estado de bem-estar físico, mental e social do indivíduo”.

Melhorou um pouco, mas ainda está incompleta.

Mais recentemente foi incluído à lista o bem-estar espiritual.

Entende-se aqui como espiritual a ideia religiosa ou espiritualista apenas, de que o espírito é parte importante do indivíduo.

Mas mesmo assim, ainda está incompleta…
O que será que está faltando?

De acordo com a nova visão de mundo que esta surgindo com Física Quântica (paradigma holístico ou quântico-relativista), falta considerar o principal fator promotor de saúde : a CONSCIÊNCIA.

Consciência como a base de toda a realidade, como o fundamento de tudo o que existe ( minerais, vegetais, animais, seres humanos, seres extra-físicos, planetas, estrelas, universos).

Alguns profissionais da área da saúde já estão alinhados com este modelo mais completo,mas ainda há muito chão pela frente no que se refere a mudar o paradigma na saúde.

A brincadeira está apenas começando…



E onde entra o Bem-Estar?


É muito importante voltarmos nossa atenção para algo que hoje em dia parece tão distante.
Se quisermos desfrutar de todo o potencial para a saúde e autorrealização que temos como seres humanos, precisamos em primeiro lugar identificar as causas reais do nosso adoecimento e abandoná-las de uma vez por todas.

Reconhecer e soltar: esta é a fórmula que dá certo.

Em certos momentos falarei sobre doenças, maus hábitos ou coisas que pareçam negativas pela nossa ótica dual, mas o intuito não é produzir medo, preocupações ou muito menos culpa em você.O mundo já está cheio de negatividade.

Estes sentimentos são improdutivos e só nos fazem adoecer!

Pelo contrário, proponho ampliar a sua percepção até que possa resgatar seu poder de cura natural.

Juntos, vamos relembrar quem somos, o que viemos fazer nesta dimensão, neste lindo planeta que agora é o nosso lar temporário.
Vamos nos curar em todos os sentidos e disseminar essa cura por toda a Terra.
Não é ótimo se sentir empoderado assim?


















Bem-Estar é uma frequência eletromagnética

Podemos ser agentes de vida, saúde, prosperidade e consciência. Basta desejarmos e trabalharmos para isso.

O desejo e a ação, unificados com a Fonte, podem criar mundos!

A partir de hoje, vamos focar na coisa mais importante para a criação e a recuperação da saúde: o nosso bem-estar.

O bem- estar físico é uma poderosa chave para criar o que você deseja na vida.

E por que é importante ter bem- estar?

Porque a forma como você se sente afeta diretamente sua realidade, no caso, sua saúde.

Os seus pensamentos, sentimentos, lembranças, palavras e ações vibram em determinada frequência eletromagnética, que pode ser medida em Hertz.

Essa vibração é emanada por você o tempo todo e, consequentemente, atrai (ou melhor dizendo, cria), uma resposta do Campo da Consciência de mesma frequência.

Um bate – volta, um bumerangue vibracional.

A frequência do Campo de Consciência é altíssima e tem um correspondente que sentimos em nosso organismo como bem-estar.

Aquela sensação gostosa de que estamos em casa, em paz, seguros e confortáveis.

Quanto melhor nos sentimos, mais as coisas fluem para nós.


Simples assim. Não acredita?

Quando você sente qualquer mal-estar, seja mental, emocional ou físico, principalmente se for de grande intensidade ou de longa duração, começa a ter pensamentos negativos em relação ao que está ocorrendo, além de emoções negativas como raiva, tristeza, medo, preocupação, dúvida ou ansiedade.

Passa a reclamar e tomar atitudes envenenadas como ser 
agressivo com quem está ao seu lado.

Todo esse comportamento gerado pelo mal-estar vibra numa determinada frequência que você passa a emanar como se fosse um farol.

Pelas leis da criação e do eletro- magnetismo, essa onda que você emana lhe trará de volta situações de mesma frequência, mais cedo ou mais tarde.

Ou seja, você acaba criando mais mal-estar físico, metal ou emocional.

Não acredita nisso?

Faça um TESTE: passe uma semana vibrando na raiva e veja o que lhe acontece.

Melhor não. Você já deve ter tido a experiência de um dia de fúria e aposto que se lembra dos resultados.

Tente o contrário: vibre no amor e perceba tudo se ajeitando magicamente na sua realidade.



















A importância de se sentir saudável

Se você quiser ter saúde é preciso antes se sentir saudável.

É compreensível que esta afirmação pareça estranha à maioria das pessoas.

Você deve estar se perguntando: como posso me sentir saudável se estou doente?

Talvez, quando eu ficar curado, aí sim, eu me sentirei saudável…

Esta é a lógica que vem regendo a humanidade há milênios, e visivelmente, não está funcionando.

Nós fomos ensinados, desde a infância, que nossos sentimentos devem corresponder à nossa realidade.

Assim, se temos saúde, bons relacionamentos, dinheiro e sucesso, nos sentimos felizes.

Se não temos, nos sentimos infelizes.
Ou seja, nós apenas reagimos ao que nos acontece. E isso nos rouba todo o poder pessoal.

Esse comportamento reativo é condicionado, ou seja, é aprendido.

É um verdadeiro programa que roda no nosso inconsciente e acabamos nem nos dando conta de que estamos no piloto automático.

E o que está na base desse comportamento?

O paradigma materialista.

Paradigma é a visão de mundo, o modelo de realidade que rege todas as pessoas.

O paradigma materialista, que rege a ciência atual entende que tudo no Universo tem uma base material.

Que tudo é determinado , não havendo muito espaço para criarmos nossa realidade.

















Mas a boa notícia é que as coisas estão mudando neste planeta.

Um novo paradigma está surgindo com a Física Moderna.

Agora, sabemos pelos experimentos da
 Mecânica Quântica que a realidade não é determinada ou fixa, 
ela é totalmente maleável.

Quem cria a realidade a todo instante é o observador, através dos seus pensamentos e ,principalmente, dos sentimentos.

E quem é o observador da sua realidade? Você.

Quando digo você não me refiro ao seu ego , que é limitado.

Refiro-me à sua Essência , que está alinhada com o Campo da 
Consciência, mar de infinito potencia

Assim, você pode ter mais saúde se pensar somente em saúde, 
se sentir-se saudável.

Você pode se decidir por isso, mesmo que pelos padrões médicos tenha o diagnóstico de uma doença qualquer.

Sim, essa é uma decisão que você pode tomar, 
mesmo que vá contra todas as evidências.

Não é negar a realidade, é vê-la com outros olhos, 
é sentir com o coração do curador que há em você.


Dominando a si mesmo
Quando estiver mal, doente ou ferido, procure aos poucos dominar seus pensamentos, sentimentos, palavras e ações.

Se estiver que escolher entre um deles, domine seu sentimento. É mais fácil que controlar os pensamentos.

Para isso, procure o que lhe faz bem, o que lhe faz sorrir. Pode ser uma pessoa, um objeto, um filme, um livro, um lugar, uma lembrança.

Vale tudo na busca pelo bem-estar!

Isso não é ser egoísta, é ser inteligente.

Dominar sua frequência é algo que denota grande sabedoria.

Ao escolher ter sentimentos mais positivos ( mais alinhados com a consciência) como alegria, amor, compaixão ou contentamento, as dores físicas diminuem e o corpo começa a se recuperar naturalmente.

A cura acontece no tempo devido.

No tempo e no ritmo do Todo.

escrito por Mabel Cristina Dias.

https://www.mabelcristinadias.com/blog/bem-estar-a-chave-para-a-saude

27 de abril de 2018

Viver bem com o seu Relógio Biológico

    O relógio biológico dos órgãos do corpo humano Segundo estudos da Medicina Tradicional Chinesa, cada órgão tem seu próprio horário de funcionamento. Cada qual age com mais atividade aquele horário. Nesse horário esse órgão se torna mais forte ou mais frágil. Cada órgão ocupa 2 horas seguidas 3:00 às 5:00 PULMÃO Quem trabalha na UTI ou setor de respiratória percebe sempre nesse horário os pacientes começam tossir. Ou mais. os pacientes morrem com tuberculoses ou câncer de pulmão. Nesse horário o pulmão se torna mais frágil. É essa hora você precisa desligar o ar-condicionado ou ventilador ou fechar bem a janela do quarto do seu filho! Tem gente que faz meditação dessa hora fortalece muito o pulmão. 5:00 às 07:00 INTESTINO GROSSO É o horário de evacuar. Tem gente que vai ao banheiro evacuar um pouco tarde dependendo do horário que acorda. O melhor horário é levantar entre 5:00 às 7:00, 7:00 às 09:00 ESTÔMAGO Nessa hora a energia do estômago se torna maior. Então o café da manhã é mais importante, porque você absorve melhor. Dica! Não ingerir nada gelado pela manhã Em princípio, você tem que ingerir todos os nutrientes pela manhã. O resto do dia é repor a energia. Então, 2 ovos pela manhã, proteínas e frutas para ter uma refeição de Rei. 9:00 às 11:00 BAÇO O baço é responsável para criar o sangue na medicina chinesa. É um órgão de pensar, raciocinar. Por isso nesse horário é ótimo para estudar! Vestibular, prova, nesse horário é bem melhor. 11:00 às 13:00 CORAÇÃO É um momento mais frágil do coração. É pra almoçar e relaxar ou cochilar. É essa hora dar mais problema se mergulhar ou correr. Evitar os exercícios físicos nesse período. 13:00 às 15:00 INTESTINO DELGADO Esse é um horário de digestão pancreático. É importante para pâncreas. Quem é diabético não é bom comer muito doce depois almoço. Não é bom se estressar. Maioria das pessoas estressadas almoçam mal e já começam trabalhar forte que pode causar câncer de pâncreas. 15:00 às 17:00 BEXIGA Este é um momento de hidratar, tomar água, concentrar para estudar ou trabalhar. É um bom momento para clarear a mente Para raciocinar, tomar decisão, é um momento mais leve sem peso na cabeça. 17:00 às19:00 RINS Para quem tem pedra nos rins, é ótimo tomar chá de quebra pedra, chá de cavalinha, ou chapéu de couro. Para infecções urinárias também é um momento de cura. Esse momento é bom tomar água de côco

19:00 às 21:00 PERICÁRDIO Não é bom momento para treinamento pesado, pois pode aumentar chance de infarto por coronárias. É um momento de descanso. Maioria está jantando com a família nessa hora. É um momento de harmonia famíliar, amor ao próximo, reunir os filhos. É para sentir alimentada de amor e nutrição. 21:00 às23:00 MERIDIANO TRIPLO AQUECEDOR O Triplo Aquecedor é um meridiano mais importante. Tem superior, medial e inferior, por isso chama triplo. Incluindo todas as vísceras do corpo. Nessa hora é começo do sono. também um bom momento para meditação antes de dormir 23:00 às 01:00 VESÍCULA BILIAR Quem pratica limpeza de fígado, é a hora de tomar suco de limão ou suco de maçã. Você precisa dormir antes desse horário, se não sentirá enjoo. É começo de limpeza do seu sangue. 01:00às 03:00 FÍGADO A desintoxicação continua nesse horário. Normalmente você está com sono profundo, pressão está 12 por 8, coração está tranquilo, fígado começa se limpar. Se você estiver acordado nessa hora, você estraga seu fígado! Mesmo se você não dorme, entre 23 a 3 horas não pode ingerir álcool !!! nem frutose e nem gordura!!. Se você precisa mesmo comer, seria sopa . Mais informações no site Medicina Oriental https://m.facebook.com/saudezen 

18 de abril de 2018

Mêdo da REJEIÇÃO



atenção. 


tem um sinal que você nunca deveria

desprezar.

Um sinal que deveria te deixar alerta

“Se uma pessoa trata você como se 
não desse a mínima,

ela realmente não  dá a mínima”

E você precisa aprender a
enxergar de verdade!!

aceitar essa realidade

e colocar limites para seu
 coração

Porque se você não entende isso,
e fica arrumando desculpas para
si o tempo todo

e tenta se iludir  com as migalhas que recebe,

Acordaaaaa  

está faltando respeito por si mesmo.


Está faltando maturidade para
aceitar que as coisas são como são,

e o resto é
perda de tempo
só pra  iludir o seu cansado coração.

Antes só do que mal acompanhada(o)....ok!!

4 de abril de 2018

Significado do Zumbido nos Ouvidos

http://1.bp.blogspot.com/-vFFkF9MO4Bk/VgVY0u7uQ4I/AAAAAAAALfI/FffqjVl7ozM/s640/


 O zumbido nos ouvidos nada mais é 
que uma frequência energética cósmica, 
sendo mais um dos sintomas de ascensão que vivemos

Ou seja, este zumbido, que eu pessoalmente 
considero harmónico e tranquilizante, 

é uma comunicação da Divindade em nós, 

desde as outras Dimensões de Ser em que nos encontramos. 

É através deste zumbido que informação 
precisa e essencial é trazida até nós.

 Assim sendo, quando o zumbido é no ouvido esquerdo 
significa que estamos  
recebendo informação  sobre
a nossa Missão e Propósito de Vida Divino, 
estamos recebendo códigos de Luz, Som e 
Sabedoria Divinos que são absorvidos 
pelas nossas células e convertidos em intuições.


 Quando o zumbido acontece no ouvido direito 
estamos a ser chamados à ação, 
estamos a receber a energia que 
necessitamos para agir, para avançar.

 Estamos  recebendo um impulso de coragem e 
determinação que se  transforma em ação e
 em energia vital renovada.

 Para alguns de nós, o zumbido também 
significa que faz parte do nosso Propósito 



 Quando voltarem a ouvir o zumbido, 
aceitem, e se acaso estiver muito alto ou
for incomodativo basta 
pedir que seja ajustado para níveis que 
consigam tolerar, aceitar e usufruir, 
e acreditem, será.



Fonte http://auras-colours-numbers.blogspot.com.br/2015/09/zumbido-nos-ouvidos-e-glandula-pineal.html

1 de abril de 2018

38 Florais de Bach e pra que serve


Os 38 florais de Bach 

 com  suas indicações



Agrimony (Agrimonia eupatoria): para pessoas que sofrem interiormente, mas que procuram não demonstrar. 
Pessoas angustiadas, ansiosas, aflitas, e que, apesar disso, estão sempre com um sorriso no rosto.

Aspen (Populus Tremula): indicado para pessoas que sentem medos indefinidos, como, por exemplo, de fantasmas, espíritos e maus presságios. 
Para medo do desconhecido e de fenômenos paranormais.

Beech (Fagus sylvatica): para pessoas que são demasiadamente críticas, arrogantes, intolerantes
Que costumam julgar os outros.
 Irritam-se facilmente com hábitos, manias e jeitos alheios.

Centaury (Centaurium erythraea): para aqueles que não sabem dizer “não”, são incapazes de colocar limites. 
Pessoas boas que querem agradar e acabam muitas vezes sendo exploradas. 
Negligenciam suas necessidades a favor das necessidades do outro.

Cerato (Ceratostigma willmottianna): para pessoas que não confiam em suas próprias opiniões, procuram sempre a opinião do outro. Quando falta autoconfiança para decidir.

Cherry Plum (Prunus cerasifera): para pessoas que sentem estar perto de um colapso nervoso. 
Têm medo de perder o controle e agredir a elas mesmas ou aos entes queridos.

Chestnut Bud (Aesculus hippocastanum): para aqueles que estão sempre repetindo os mesmos erros. Têm dificuldade de aprendizado.

Chicory (Chicorium intybus): para pessoas que querem controlar os outros. 
Possessivas, egoístas e manipuladoras. 
Facilmente magoáveis, cobram constantemente atenção, 
têm amor interessado e carência afetiva.

Clematis (Clematis vitalba): indicado para os distraídos, desatentos. 
Também para a perda dos sentidos. 
Sonolentos, indiferentes.

Crab Apple (Malus pumila): para pessoas muito preocupadas com limpeza, 
perfeição. 
Sentem vergonha delas mesmas, 
não se aceitam, têm repugnância e receio de se sujarem ou contaminarem.

Elm (Ulmus procera): para pessoas fortes, altruístas, seguras e confiantes, 
mas que, num determinado momento, sentem-se inseguras, incapazes. 
Para aquelas que, sobrecarregadas pelas responsabilidades,
 sentem-se temporariamente sem forças e esgotadas.

Gentian (Gentianella amarella): para pessoas que sofrem de depressão por um motivo identificável. Para os desanimados, pessimistas e céticos.

Gorse (Ulex europaeus): para aqueles que perderam a 
fé e a esperança e acham que não vale a pena continuar lutando.

Heather (Calluna vulgaris): para pessoas carentes que querem atrair a
 atenção dos outros. 
São egoístas e egocêntricas. 
Falam o tempo todo delas mesmas e estão totalmente 
envolvidas com seus problemas.

Holly (Ilex aquifolium): para inveja, raiva, desejo de vingança, ciúmes,
 desconfiança e ódio.

Honeysuckle (Lonicera caprifolium): para pessoas que vivem lembrando do 
passado com pesar e saudade. 
Para aquelas que ficam presas nos erros que 
cometeram, nas oportunidades que perderam e na vida que passou. 
Desinteressadas pelo presente.

Hornbeam (Carpinus betulus): para aqueles que sentem 
cansaço físico e mental, fadiga, 
sobrecarga, preguiça matinal.
 Ajuda nos momentos de readaptações de vidas (casamentos, luto, mudança de cidade etc.). Desinteressados pelas tarefas cotidianas.

Impatiens (Impatiens glandulifera): para pessoas impacientes, 
irritadas, intolerantes, tensas. 
Para a insônia, hipertensão, tensão física e estresse. 
Para aqueles que falam, comem, andam e
 se movimentam rapidamente.

Larch (Larix decidua): para pessoas com sentimentos de
 inferioridade, falta de autoconfiança. 
Estão sempre na expectativa de fracassar. 
Autocensura.

Mimulus (Mimulus guttatus): para aqueles que sentem medos 
cuja origem é conhecida: medo de viajar, de morrer, 
de ser assaltado, de se ferir, de dirigir 
 Tímidos.

Mustard (Sinapsis arvensis): para pessoas que padecem de profunda melancolia 
e depressão sem uma causa definida. 
Tristeza, desesperança.

Oak (Quercus robur): para aquela pessoa que é uma grande batalhadora, 
que assume muitas atividades e responsabilidades. 
Ela acaba por se sentir exausta, mas nem pensa em desistir.

Olive (Olea europaea): para pessoas que se sentem exauridas física 
e psiquicamente.
 Esgotamento total, cansaço. 
A essência ajuda a pessoa a se fortalecer e a recuperar o equilíbrio vital.

Pine (Pinus sylvestris): para aqueles que nutrem sentimentos de culpa.
 Autocondenação e recriminação, até quando o erro é dos outros. 
São incapazes de se perdoar.

Red Chestnut (Aesculus carnea): para pessoas ansiosas, 
apreensivas e temerosas com o que de ruim possa acontecer 
com seus entes queridos. Superproteção, preocupação excessiva. 
Vínculo interior excessivo e patológico com outra pessoa.

Rock Rose (Helianthemum nummularium): para pessoas que sentem pânico,
 terror. Perda de controle devido a um medo extremo.

Rock Water: para aqueles que são extremamente 
exigentes com eles mesmos, desejam ser um exemplo. 
Rigidez moral e negação de suas necessidades. 
Autorrepressão e automartírio.

Scleranthus (Scleranthus annuus): para pessoas que oscilam 
entre duas opções. Indecisos, instáveis, mudam abruptamente de
 opiniões e de estado de ânimo.

Star of Bethlehem (Ornithogalum umbellatum): para pessoas que viveram (ou vivem) alguma situação traumática de natureza física, 
mental ou emocional. 
Para aqueles que necessitam 
de conforto após algum infortúnio. 
Para choques e traumas.

Sweet Chestnut (Castanea sativa): para casos extremos de angústia e 
desespero, em que a pessoa sente que está no limite da resistência.
Para depressão, tristeza.

Vervain (Verbena officinalis): para indivíduos que dedicam 
de modo extremo a uma causa ou ideia. 
Fanáticos, não toleram as injustiças. 
Tensos, muito ansiosos e estressados.

Vine (Vitis vinifera): para pessoas autoritárias, ambiciosas,
 inflexíveis, insensíveis. 
Buscam excessivamente o poder. 
Às vezes são cruéis. 
Para aqueles que procuram impor suas
 vontades sobre os outros.


Walnut (Juglans regia): para pessoas que 
estão passando por grandes mudanças: adolescência, menopausa, 
início ou término de uma relação afetiva etc.
 Recomeço de vida, rompimento com velhos hábitos ou vínculos.

Water Violet (Hottonia palustris): para pessoas reservadas,
 solitárias, orgulhosas, com sentimentos de superioridade. 
Desprezam os outros. 
Possuem frieza emocional e grande autovalorização.

White Chestnut (Aesculus hippocastanum): para quem sofre com 
pensamentos repetitivos.
 Para o diálogo interno constante e 
incontrolável que atrapalha a concentração e desgasta. 
Pensamentos indesejados e obsessivos.

Wild Oat (Bromus ramosus): para aqueles que não 
descobriram a vocação, estão insatisfeitos com a vida. 
Aborrecidos e entediados com o dia a dia, 
profissionalmente frustrados,
 incapazes de planejar a vida.

Wild Rose (Rosa canina): para apáticos, sem ambição. 
Insensibilidade emocional. 
Desvitalizados, fadigas constantes. 
Entregam-se sem lutar.

Willow (Salix vitellina): para pessoas muito negativas, que se 
sentem injustiçadas. 
Colocam a culpa nos outros pelos próprios infortúnios. 
São ressentidas, amargas, invejosas e rancorosas. 
Sentem-se vítimas do destino.

Fonte https://www.dicasdemulher.com.br/florais-de-bach/
agradecimentos  a genial escritora
Tais Romanelli 
https://www.dicasdemulher.com.br

31 de março de 2018

encosto é diferente de obsessor ??



Em existências anteriores você fez afetos e desafetos.

Todos eles estão espalhados por aí, encarnados ou desencarnados. 

Nós podemos reencarnar junto com alguns deles
mas tem aqueles que estão desencarnados nesse momento.

E esse é o tipo mais comum de obsessão: a obsessão de desencarnado para encarnado. 


Temos que diferenciar o obsessor do encosto. 

O encosto é aquele espírito que é atraído por você

Ele não tem a intenção de lhe fazer mal,
 apenas sente-se bem na sua companhia e passa a prejudicar você pela troca de influências. 

A proximidade entre vocês faz com que ele sinta um pouco do que você sente tipo:tristeza, vícios em cigarro, bebidas ,sexo e drogas
 e que você sinta um pouco do que ele sente. 

 apenas temos que saber que as causas da obsessão e do encosto são diferentes. 


O obsessor age quase sempre por vingança


Você o prejudicou no passado, ele não perdoa, não se conforma, e quer ver você na pior

Pro obsessor você é o culpado e ele é a vítima. 

Nós temos a tendência de ver a vítima como o coitadinho e o culpado como aquele que deve ser castigado.


Quem está mal, então, na verdade, é ele! 

Quem precisa de tratamento, realmente, é ele! Você, bem ou mal, tem a sua vida, os seus compromissos, tem outras coisas com que se ocupar.



Mas pra você "amansar" o obsessor  você pode orar assim:

Eu (seu nome) perdoo todos os seres em todos os mundos que tenham me prejudicado de qualquer forma, de maneira proposital ou não, em qualquer tempo e em qualquer espaço. 
Eu também peço perdão a todos os seres em todos os mundos a quem eu tenha prejudicado, de maneira proposital ou não, em qualquer tempo e em qualquer espaço. 
Desejo que todos os seres em todos os mundos sejam felizes e bem aventurados. Que a paz e a harmonia reine sobre todos nós.





consiga sentir com o coração essa oração.










Autor: Morel Felipe Wilkon

Fonte:http://www.mensagemespirita.com.br/md/ad/4-dicas-importantes-para-se-livrar-de-um-espirito-obsessor
 http://www.espiritoimortal.com.br/dicas-para-se-livrar-de-um-espirito-obsessor/
Autor: Morel Felipe Wilkon

24 de março de 2018

Metafísica dos DENTES


No Âmbito metafísico 
os dentes representam firmeza de caráter e capacidade de tomar decisões na vida.

 Portanto, problemas referem-se a insegurança, 
dúvidas que abalam a força realizadora.

Os dentes traduzem a qualidade da saúde física e emocional do indivíduo.

 Revelam posturas emocionais, estruturação básica de comportamento, conflitos, evolução psíquica. 

Os dentes estão relacionados com os centros de força do corpo etérico, também chamados chakras, com os órgãos do corpo e com as emoções.

O adoecimento de um dente é um grito de socorro, sinal de que alguma coisa não está bem na vida ou no interior do indivíduo. 

Eles são canais de preservação orgânica e canais de purificação de energia densa.

São 32 dentes, sendo 8 conjuntos de 4 dentes: 4 incisivos centrais, 4 incisivos laterais, 4 caninos, 4 primeiros pré-molares, 4 segundos pré-molares, 4 primeiros molares, 4 segundos e 4 sisos.

Os dentes de um conjunto são interligados, de forma que quando um dente adoece os outros três também sofrem. Para entendê-los, deve-se considerar também o lugar que eles ocupam na arcada.



- Arcada superior: mostra o EU, ou seja, como o indivíduo é. Trabalha registros ancestrais, relacionados com a alma e registros inconscientes. Conta como foi a vida no processo intra-uterino. Traduz a estrutura da pessoa. Trabalha mais a emoção e o sentimento.

- Arcada superior protusa: indica dificuldade na vivência do aqui e agora. Domínio do sensorial e da ancestralidade. 

Pessoas muito sensíveis, que podem ter dificuldades com o poder e a autoridade.


 Muitas vezes tornam-se arrogantes ou autoritárias por não saberem como colocar-se diante da vida. – 

Arcada superior adentrada: demonstra pessoa com dificuldade de se impor, seja por que se sente reprimida ou por dificuldade própria de se posicionar. – Arcada inferior: mostra a forma de como o indivíduo está. 

Mostra o momento presente, o pós-nascimento, as referências educacionais de pai e mãe e a estruturação da personalidade consciente.

 Trabalha mais o racional.

- Arcada inferior protusa: (prognata) Revelam pessoas de temperamento forte, que têm dificuldades com a autoridade, principalmente paterna. Vêm os seus desejos e ânsias negados e criam sentimentos de revolta, tornando-se arrogantes ou orgulhosos. São pessoas sensíveis que precisam de diálogo e oportunidades para a sua expressão.

- Arcada inferior adentrada: Mostram pessoas frágeis com pouca força de vontade, tímidas e com dificuldades de se impor diante da vida e de pessoas. Necessitam estímulos, elogios e oportunidades para que se descubram.

Estruturas que compõem o dente:

- Raiz: relacionada ao sistema músculo-esquelético do corpo, pois ambos fazem o papel de sustentação.


 Fraturas na raiz significam que o indivíduo está perdido, sem base. Há necessidade urgente de mudar a vida. Distúrbios na raiz significam jeito conflituoso de viver, diferente do próprio modo de ser.

- Dentina: relaciona-se com o sistema muscular do corpo, uma vez que também é excitável, permitindo a troca de impulsos nervosos. Dentina exposta significa que a pessoa está insegura diante da vida, sentindo-se desprotegida. Quando a pessoa passa por algum choque ou trauma, tende a ficar com sensibilidade extrema nos dentes.

- Canal: corresponde à medula espinhal e pode refletir distúrbios do fluxo energético corporal. Trabalha, bombeia, coordena e mantém a saúde do órgão correspondente daquele dente. Problemas no canal indicam impaciência com o momento presente e incapacidade de aceitação. Indica que o momento é de amadurecimento.

- Nervos: estão relacionados com a sensibilidade e com o sistema nervoso. 


Exercem a função de reconhecimento das sensações, possuem a capacidade de percepção. 

Quando há problemas nos nervos, indica que o indivíduo está muito tenso e estressado, que gostaria de não perceber o que o incomoda. 

Há uma grande dificuldade de viver com suas próprias emoções e lidar com as suas sensações. É preciso enfrentar, parar de justificar-se e procurar entender a mensagem especifica deste dente.

- Esmalte: está relacionado com a pele. Faz a troca com o meio externo que pode ser de uma maneira saudável ou não. 


Problemas no esmalte indicam dificuldades na convivência com o mundo, incapacidade de estar, de participar socialmente na vida. 

Indicam que a pessoa é introvertida, não revelando com facilidade os seus sentimentos. 

Quando existe um sentimento grave de culpa, o esmalte do dente pode apresentar problemas. Neste caso, o indivíduo deve se abrir com alguém de sua confiança para desabafar os sentimentos guardados e procurar a melhor forma de se sentir bem.

- Vasos sanguíneos: é a circulação energética, significando a liberdade de expressão emocional especifica de cada dente, através da circulação do sangue.

As mensagens dos dentes:
INCISIVOS CENTRAIS – Indicam a harmonia consigo mesmo e com o ambiente (o social). 


Traduzem a liberdade de ser e de estar. 

Trabalham o relacionamento do indivíduo consigo mesmo e com a família. Trabalham ainda a ancestralidade e os padrões familiares. Quando a pessoa tem dificuldade de assumir padrões comportamentais familiares já cristalizados, tem problemas nestes dentes. 

Cárie no incisivo central significa dificuldade de se colocar no ambiente.

 É a identidade que quer se firmar, independente e liberta, mas não sabe como. 

Bons incisivos centrais indicam que a pessoa está bem consigo e com a sua realidade.

INCISIVOS LATERAIS – Estes dentes têm uma intimidade muito grande com os incisivos centrais e com os sisos. Revelam como o indivíduo se posiciona socialmente, se está tranquilo quanto a sua projeção social ou se deseja sobressair-se mais, seja profissionalmente ou pessoalmente. Quando eles se apresentam proeminentes, 


revelam que a pessoa deseja, no seu íntimo, ser reconhecida por suas qualidades Estes dentes estão relacionados com o sistema respiratório e os pulmões. 

Mantém a identidade do indivíduo e suas verdades internas. Problemas nestes dentes indicam que a pessoa tem dificuldade de viver em solidão, pois são sociáveis. 

Podem sentir-se abandonados e acham que não conseguem viver sozinhos. 

Devem estar atentos aos seus pulmões e ao sentimento de tristeza e insegurança. Devem cultivar a autoestima, autoconfiança e alegria.

CANINOS – Estes dentes estão relacionados com a afetividade, revelando a capacidade de amar-se e aos outros. 


Trabalham a agressividade e a irritação. 

Quando são muito proeminentes ou grandes, indicam agressividade, impaciência, irritabilidade, intolerância.

 Estas pessoas devem cultivar mais os sentimentos de amor e paciência com as dificuldades alheias. Devem também estar atentas ao auto-domínio, para não passar dos seus próprios limites. 

Órgãos ligados aos caninos: coração e fígado, justamente os órgãos que mais assimilam a raiva, adoecendo-os. 

O amor é trabalhado pelo coração e estimulado pelo fígado.
 Caninos saudáveis indicam capacidade de agir, de lutar diante da vida e das dificuldades. 

Sua falta acarreta dificuldades de iniciativa, de sair da inércia, de realização pessoal, como também de desenvolver os sentimentos de amor e fraternidade harmoniosamente.

1º PRÉ-MOLARES – Estes dentes trabalham a capacidade de adaptação do indivíduo ao meio, a ação participativa, a integração social, a capacidade de desempenhar papéis na sociedade em que vive. 


Estes dentes ajudam a manter os limites da segurança, sem se deixar invadir. 

Tem relação com os desejos e vontades. 

Quando apresentam problemas, é sinal de que existe falta de confiança em suas próprias qualidades com relação ao exterior.

Trabalha o convívio com outras pessoas, o sentir-se bem com os outros e consigo mesmo.

 Trabalha a conquista, a ambição saudável, a coragem. 

Estes dentes se relacionam com o sistema respiratório, pois fazem a troca do externo com o interno, promovendo renovação.

2º PRÉ-MOLARES – Estes dentes estão relacionados com o momento presente do indivíduo. Estão intimamente ligados à energia vital, ao estresse devido ao gasto exagerado desta energia ou à estagnação da mesma.


 São considerados os “médicos da boca”, porque organizam a saúde dos outros dentes. Trabalham o “quantum” de energia de todos os dentes.

 Estão ligados ao sistema urinário e ao aparelho excretor, os intestinos.

1º MOLAR – Trabalham a questão da comunicação. 


A expressão verbal e escrita, a fala, a linguagem adequada e coerente com o pensamento, a criatividade, a capacidade de concentração, a percepção.

Estimula o desenvolvimento da personalidade e conserva a autenticidade do indivíduo. 

São dentes importantes para o crescimento físico e a saúde emocional e psíquica. 

São fundamentais no aspecto comportamental. Quando a personalidade não pode se revelar e a pessoa vive sob tensão de ser o que não é, estes dentes apresentam graves problemas.
 

Extrair o primeiro molar cria bloqueios nestas áreas. Estes dentes estão ligados à tireoide.

2º MOLAR – Estes dentes se relacionam com a sexualidade e o prazer. Trabalham o sentimento de dar continuidade a história, estando intimamente ligados à reprodução. 


Estimulam a sensação de prazer e de viver situações prazerosas, que possam transmitir bem-estar e aumentar a auto-estima. 

As sensações de prazer transmitidas pelas pupilas gustativas durante a alimentação, fortalecem estes dentes. 

Eles acumulam registros como memória destes estímulos e das experiências que geram continuidade. Estão ligados ao aparelho reprodutor, às glândulas sexuais e ao sistema hormonal.

3º MOLAR OU SISO – É o dente da ancestralidade e do amadurecimento psíquico. Também chamado “dente do juízo”, porque seu nascimento acontece na época do desenvolvimento do discernimento, ou seja, no início da idade adulta.
Ao nascer, ele lança no inconsciente a pergunta “qual é o projeto da sua alma?”, fazendo com que o indivíduo parta em busca de suas verdadeiras aspirações, pensando, analisando, procurando o seu melhor caminho. 


O siso ensina que pode-se viver de forma prazerosa, que não é preciso sofrer, o ideal é estar em conformidade com seus desejos internos. 

Estes dentes arquivam toda a memória da ancestralidade, a vida do pai e da mãe, toda a árvore genealógica, contém informações das vidas passadas.

Os sisos sabem tudo. 

São dentes de grande sabedoria, pois influenciam nas decisões, nos julgamentos, nos procedimentos do indivíduo, de acordo com seus arquivos. 

Além desta organização, eles preparam a pessoa para a vida além da morte;
o trabalhos dos sisos é sutil, ao contrário dos molares.

Trabalham também a espiritualidade, pois têm o curriculum da alma. Outra função destes dentes é manter aguçado o instinto de sobrevivência, alertando quando há riscos para o corpo e para a alma.

 Conserva o sentimento da auto-preservação. Problemas com o siso são um sinal de alerta.

Ele pode estar querendo dizer que é hora de mudar alguma coisa, ou decidir, tomar posição, direcionar-se ou ainda procurar uma orientação espiritual. Indica que o indivíduo está passando por um amadurecimento, seja em qual idade isto acontecer. Pessoas que não possuem siso trazem este trabalho interior com mais esforço e demora.

O siso brota para avisar que é hora de crescimento e mudanças.
Os sisos superiores trabalham a ancestralidade espiritual (vidas passadas) e os sisos inferiores trabalham a ancestralidade familiar (atual).

DENTES SEPARADOS – O ideal é que o espaço seja suficiente para passar a saliva. O espaço excessivo fala da dominância sensorial e sensibilidade intensa. 


A pessoa tem dificuldade de lidar com o concreto, apresentando atitudes às vezes inconsequentes.

Se todos os dentes são muito espaçados, a pessoa vive mais no mundo da imaginação; é um sonhador, idealista, sempre com planos que não põe em prática. 

Quando o espaço é grande só entre os incisivos centrais, há, no inconsciente, incoerência entre as figuras paterna e materna.

DENTES MUITO JUNTOS – Contam da predominância da lógica e do pensamento racional no indivíduo. O palpável, realizável, concreto. A pessoa vive presa ao aqui e agora e suas prováveis realizações. Tem desejo de segurança material e financeira, por preocupação.

DENTES NORMAIS – São comuns em indivíduos que, mesmo com todas as limitações que a vida impõe, sabem viver com coerência ao seu impulso interno e são flexíveis diante dos obstáculos, procurando soluções para si.

BRUXISMO – Significa a auto contenção da expressão verbal. Pessoas que têm muito o que falar, mas que guardam para si as palavras, sem condição ou coragem para falar o que desejam.

Tornam-se tensas e muitas vezes magoadas.

Devem trabalhar o perdão, o sentimento de raiva guardada e procurar expressar-se com clareza e calma, fazendo suas reivindicações e justificativas.

Para a cura:


Procure desenvolver a segurança necessária para tocar seus projetos de vida, não se deixar abalar pelas situações ao redor. Acredite, você pode e também é capaz de conquistar a felicidade, basta ser mais determinada.



Dentes, canal

 Metafisicamente os problemas que afetam o canal dos dentes estão relacionados a profundos abalos nas crenças da pessoa. É como sofrer sérias decepções e passar a questionar à respeito daquilo que acreditava.

Para a cura:

A medida que a pessoa supera essa invasão e se refaz interiormente, qualquer tratamento será muito bem sucedido.


Namastê!



fonte :http://alkimystika.blogspot.com.br